21/07/2017

PPG-CDS: destaques do quadriênio 2013-2016

Destaques do Quadriênio 2013 – 2106

O quadriênio 2013-2016 foi um marco na história do programa. O CDS completou 20 anos, foi transferido para um novo prédio no campus principal da UnB, equipado com recursos da CAPES/PROEX e dos projetos de pesquisa Rede Clima e Engov.

Como parte das comemorações pelos 20 anos, o PPG-CDS realizou, de 9 a 11 de dezembro de 2015, o Simpósio Internacional “Sustentabilidade em Debate”, com a participação de reconhecidos pesquisadores da Universidade de Innsbruck, Buenos Aires e Instituto Politécnico de Tomas (Portugal). Também em 2015, organizou e sediou o VII encontro nacional da ANPPAS, ocasião em que teve um de seus professores eleito como presidente da associação.

O programa consolidou seu processo de internacionalização ao enviar um total de 12 bolsistas PDSE para 12 universidades de sete países. Recebeu três turmas de estudantes internacionais – University of Texas (EUA), Université de Montreal/Québec (Canadá) e Universidade de Innsbruck (Áustria). O CDS também participa de um doutorado internacional, organizado no âmbito da Rede de Estudos Ambientais em Países de Língua Portuguesa – REALP – e oferecido em Cabo Verde.

O PPG-CDS buscou também aumentar a sua capilaridade dentro do país. No início do quadriênio, o programa encerrou as atividades formais de um Dinter feito em parceria com o programa da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), no qual nove alunos completaram os seus doutorados. Ao final do quadriênio, o programa iniciou um novo Dinter, com a Universidade Federal do Cariri, no qual se espera formar outros nove doutores.

Os egressos do PPG-CDS – alunos e pós-docs – alcançaram notável sucesso no mercado de trabalho – principalmente em instituições públicas de ensino superior. Vários foram aprovados em concursos no Centro Universitário de Anápolis (UNIEvangélica, Anápolis, Goiás), IFT/Brasília, IFT/MT, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (Eunápolis, Bahia), Universidade Federal do Sul da Bahia, Universidade Federal do Pará, Universidade Federal do Oeste do Pará, Universidade Federal Rural do Pará e em diversas unidades da UnB (no próprio CDS, Faculdade de Economia, Centro de Excelência em Turismo e Faculdade de Administração).

Sem dúvida, o ponto alto do período foi a premiação de dois de nossos egressos com o Prêmio Capes de Melhor Tese, em 2013 (Diego Lindoso) e em 2015 (Jair Schmidt). A premiação reflete e coroa um esforço coletivo que os professores vêm fazendo para aprimorar o programa e dá um valioso estímulo para que os alunos atuais se esforcem ainda mais em suas pesquisas.

O quadriênio 2017-2020 se mostra promissor. O Colegiado do programa aprimorou os critérios de credenciamento de novos professores e começou a realizar uma pequena expansão de seu quadro docente, que deverá ser acompanhada de um aumento de número de vagas nos cursos de mestrado e doutorado. O Programa atingiu um número expressivo de 14 bolsistas pós-doc, que seguramente irão fortalecer nossa produção científica e nossas redes de colaboração.

< Voltar